mulher_bg.jpg

Sobre Elas

Atitudes que trazem grandes resultados

atitudes

O estilo de vida de uma pessoa influencia 100% em sua saúde. E não estamos falando em horas na academia ou dietas radicais. Mas em pequenas atitudes diárias que podem fazer uma enorme diferença e trazer muito mais bem-estar!

1. Use mais fio dental
Segundo Robert Emami, DDS, chefe de gabinete de Ondontologia em Randolph, Massachusetts, passar fio dental pode ter efeitos dramáticos sobre a saúde geral da mulher. “O fio dental é um dos mais fáceis, mais rápidas formas de remover as bactérias ruins do seu corpo”, diz ele. Bactérias orais podem entrar na corrente sanguínea. Estudos têm mostrado que essas bactérias podem agravar a diabetes e a hipertensão, e, até mesmo, levar a partos prematuros.

2. Coma de 2 a 3 horas durante o dia
Longos períodos sem comer deixam o metabolismo louco. Na realidade, seu corpo nunca saberá quando você vai comer outra vez e passa a não funcionar corretamente. Fazer pequenas refeições durante o dia ajuda na organização do corpo e o seu metabolismo funciona de maneira regular, evitando compulsões alimentares durante a noite.

3. Faça exercícios Kegel
Criado por Arnold Kegel, na década de 1940, tem como finalidade fortalecer o músculo pubococcígeo. Este exercício consiste na contração e descontração destes músculos, que são, por vezes, nomeados músculos de Kegel, numa referência ao exercício. O objetivo deste é restaurar o tônus e a força muscular, prevenindo ou reduzindo problemas do pavimento pélvico. Os exercícios de Kegel são tidos como um bom meio para tratar o prolapso vaginal e prevenir o prolapso uterino nas mulheres. Pode ser também benéfico no tratamento da incontinência urinária, tanto nos homens como nas mulheres. Os exercícios de Kegel são também conhecidos como exercícios do pavimento pélvico ou simplesmente Kegels.

4. Dê um elogio a si mesma
Estar segura com o próprio corpo é o primeiro passo para sentir-se feliz. Busque características que goste em você e valorize-as. Segundo Stacey Rosenfeld, psicóloga de Nova Iorque, PHD em problemas de ansiedade, depressão, transtornos alimentares e imagem corporal, a melhor coisa que você pode fazer por si mesma é aprender a maravilhar-se com as muitas capacidades do seu corpo.

5. Cheque sempre seu nível de vitamina D
Da próxima vez que você for ao consultório médico, peça para o(a) doutor(a) pedir exames que chequem seus níveis de vitamina D. Baixos níveis estão correlacionados com todos os tipos de doenças, de cânceres a doença de Alzheimer. A correção é simples e envolve apenas tomar vitamina D durante vários meses, em seguida, verificar novamente o nível.

Compartilhe | |